O Consolador - Questão 45


A psicanálise freudiana, valorizando os poderes desconhecidos do nosso aparelhamento mental, representa um traço de aproximação entre a Psicologia e o Espiritismo?

Essas escolas do mundo constituem sempre grandes tentativas para aquisição das profundas verdades espirituais, mas os seus mestres, com raras exceções, se perdem na vaidade dos títulos acadêmicos ou nas falsas apreciações dos
valores convencionais.

Os preconceitos científicos, por enquanto, impossibilitam a aproximação legítima da Psicologia oficial e do Espiritismo.

Os processos da primeira falam da parte desconhecida do mundo mental, a que chamam de subconsciente, sem definir essa cripta misteriosa da personalidade humana, examinando-a apenas na classificação pomposa das palavras.

Entretanto, somente à luz do Espiritismo poderão os métodos psicológicos aprender que essa zona oculta, da esfera psíquica de cada um, é o reservatório profundo das experiências do passado, em existências múltiplas da criatura, arquivo maravilhoso em todas as conquistas do pretérito são depositadas em energias potenciais, de modo a ressurgirem no momento oportuno.

Pergunta: 45

Livro: O Consolador

Autor: Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier




Psicografia na Casa - Buscando a paz


Aves implumes tombadas do ninho,

Carentes de luz, de amparo e carinho,

Renascem na Terra a todo momento,

Almas raladas de dor e tormento…

…..

Para  esquecer o passado infeliz

Buscam de novo o lugar de aprendiz,

Suplicam por mãos que indiquem a estrada

Perfeita do bem à mente cansada…

…..

Aves implumes e frágeis, pequenos

Meninos em pranto pedem ao menos

A bênção do pão, da escola e do lar,

Tudo suportam por recomeçar,

…..

Buscando esquecer os erros de outrora,

Tentam erguer-se nas sendas de agora,

Deixando algemas de dor para trás,

Procuram, no Cristo, a senda da paz.

Título: Buscando a paz

Médium: Lucimar Mantovani Laidens

Psicografia recebida no Centro Espírita de Caridade Dias da Cruz no dia 25/04/2018




Psicografia na Casa - Tome a frente


Sê tu, que és cristão, quem tome a frente,

Converte tua voz em flama ardente

E entrega a mensagem para o povo…

Fala  de Jesus, que vem de novo,

…..

Trazendo tesouros de esperança

E de paz que a todo o mundo alcança,

São gotas de orvalho, iluminadas,

Respingando luzes nas estradas.

…..

Sê tu, que já viste a Boa Nova,

Quem fale aos que andam sob a prova

De dores acerbas e tão duras

Calados no pranto de amarguras…

…..

Todos sentem fome deste Pão

Que trazes, tão farto em tua mão…

Distende a verdade aos teus iguais

E verás fartura sempre mais.

…..

Sê tu, que és cristão, quem tome a frente,

Transforma o amor que tens, ardente

Em joias de fúlgida beleza:

Em bênção de paz sobre a tristeza.

Título: Tome a frente

Médium: Lucimar Mantovani Laidens

Psicografia recebida no Centro Espírita de Caridade Dias da Cruz no dia 22/02/2018




Psicografia na Casa - Rosas


Rosas brancas lembram alma;
As vermelhas, coração;
Amarelas trazem calma
E os espinhos, a lição…
…..
Rosas puras, orvalhadas,
Contemplando a imensidão…
São estrelas nas estradas,
Reconforto ao coração.
…..
Roseirais entre ciprestes,
Ou perdidas nas campinas,
Entre as frondes mais agrestes
Brilham rosas pequeninas
…..
Respingadas de sereno
E abraçadas pelo vento…
De perfume tão ameno,
Rosas puras ao relento…
…..
Rosas cândidas e belas,
Olorosas nos jardins,
Tão formosas nas capelas
Entre dálias e jasmins…
…..
Rosa clara como o dia,
Tão suave como a brisa,
Sobre a fronte de Maria
É a coroa que eterniza
…..
O sublime sofrimento
No Calvário redentor…
Rosas brandas de acalento,
Rosas: lágrimas de amor…

 

Título: Rosas

Médium: Lucimar Mantovani Laidens

Psicografia recebida no Centro Espírita de Caridade Dias da Cruz no dia 25/05/2017




Couraça da caridade


[…] sejamos sóbrios, revestidos da couraça da fé e da caridade, e do capacete da esperança da salvação.

I Tessalonicenses 5:8

Paulo foi infinitamente sábio quando aconselhou a couraça da caridade aos trabalhadores da luz.

Em favor do êxito desejável na missão de amor a que nos propomos, em companhia do Cristo, antes de tudo é indispensável preservar o coração.

E se não agasalharmos a fonte do sentimento nas vibrações do ardente amor, servidos por uma compreensão elevada nos círculos da experiência santificante em que nos debatemos na arena terrestre, é muito difícil vencer na tarefa que o Senhor nos confia.

A irritação permanente, diante da ignorância, adia as vantagens do ensino benéfico.

A indignação excessiva, perante a fraqueza, extermina os germes frágeis da virtude.

A ira frequente, no campo da luta, pode multiplicar-nos os inimigos sem qualquer proveito para a obra a que nos devotamos.

A severidade demasiada, à frente de pessoas ainda estranhas aos benefícios da disciplina, faz-se acompanhar de efeitos contraproducentes por escassez de educação do meio em que se manifesta.

Compreendendo, assim, que o cristão se acha num verdadeiro estado de luta, em que, por vezes, somos defrontados por sugestões da irritação intemperante, da indignação inoportuna, da ira injustificada ou da severidade destrutiva, o apóstolo dos gentios receitou-nos a couraça da caridade, por sentinela defensiva dos órgãos centrais de expressão da vida.

É indispensável armar o coração de infinito entendimento fraterno para atender ao ministério em que nos empenhamos.

A convicção e o entusiasmo da fé bastam para começar honrosamente, mas para continuar o serviço, e terminá-lo com êxito, ninguém poderá prescindir da caridade paciente, benigna e invencível.

Título: Couraça da caridade

Autor: Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier

Livro: O Evangelho por Emmanuel: Comentários às Cartas de Paulo




Compreendendo


Trazemos, porém, este tesouro em vasos de argila, para que esse incomparável poder seja de Deus e não de nós.

II Coríntios 4:7

Sigamos compreendendo.

Lembra-te de que os talentos da fé e o conhecimento superior, o dom de consolar e a capacidade de servir, não obstante laboriosamente conquistados por teu esforço, constituem bênçãos do Criador em teu coração de criatura.

Não te furtes, desse modo, à lavoura do bem, a pretexto de te sentires ainda sob a influência do mal.

Até alcançarmos triunfo pleno sobre os nossos desejos malsãos, sofreremos na vida, seja no corpo de carne ou além dele, os flagelos da tentação.

Tentação da luxúria…

Tentação da vingança…

Tentação da cobiça…

Tentação da crueldade…

Tentações de todos os matizes que emergem do poço de nossos impulsos instintivos ainda não dominados…

Se a tentação, contudo, nasce de nós, a flama da educação e do aprimoramento vem de Deus, conduzindo-nos para a Esfera Superior.

Não te espantes, assim, à frente do conflito da luz e da treva em ti mesmo… Segue a luz e acertarás o caminho.

Riqueza mediúnica, fulgurações da inteligência, recursos geniais e consagração à virtude são tesouros do Senhor que, na feliz definição do Apóstolo Paulo, transportamos no vaso de barro de nossa profunda inferioridade, a fim de que saibamos reconhecer que todo amor, toda sabedoria, toda santificação, toda excelência e toda beleza da vida não nos pertencem de modo algum, mas sim à glória de Nosso Pai, a quem nos cabe obedecer e servir, hoje e sempre.

 

Título: Compreendendo

Autor: Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier

Livro: O Evangelho por Emmanuel: Comentários às Cartas de Paulo




O Consolador - Questão 192


A mentira retarda o desenvolvimento do espírito?

Mentira não é ato de guardar a verdade para o momento oportuno, porquanto essa atitude mental se justifica na própria lição do Senhor, que recomendava aos discípulos não atirarem a esmo a semente bendita dos seus ensinos de amor.

A mentira é a ação capciosa que visa o proveito imediato de si mesmo, em detrimento dos interesses alheios em sua feição legítima e sagrada; e essa atitude mental da criatura é das que mais humilham a personalidade humana, retardando, por todos os modos, a evolução divina do Espírito.

 

Pergunta: 192

Livro: O Consolador

Autor: Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier




Psicografia na Casa - Ismael


Sobre a angústia da pátria brasileira
Vela o Anjo Ismael, cuja bandeira
Sustenta o compromisso verdadeiro
Do Evangelho nas Terras do Cruzeiro.

Sobre as massas de ânimo incendiário
Desce a voz silenciosa do Calvário…
Sobre os homens de espírito revel
Paira a destra serena de Ismael.

Ó, coração do mundo atormentado
Em função do futuro e do passado,
Eleva teu olhar neste momento
Para o Anjo de luz no firmamento

Resguardando-te a nobre tragetória
Vitoriosa na paz diante da História.
Ó, Pátria do Evangelho, desenterra
Dos abismos o anseio vil da guerra

Que se esconde e palpita em tuas entranhas
Repletas de sinistras artimanhas.
Desperta, coração! Olha o futuro
Sorridente em teu céu de anil tão puro.

Sobre as dores da Pátria brasileira
Vela o Anjo Ismael e sua Bandeira…
Aureolado de luzes siderais
Lembra os grandes e belos ideais

Deste povo formado pelas gentes
De tantos e variados continentes.
Sob o lema Deus, Cristo e Caridade
Nos aponta os fanais da eternidade…

Prossegue, pátria amada, ao futuro,
Sob o amparo perfeito, nobre e puro
Do Anjo destacado por Jesus
Para ungir-te, amanhã, num mar de luz…

Título: Ismael

Médium: Lucimar Mantovani Laidens

Psicografia recebida no Centro Espírita de Caridade Dias da Cruz no dia 31/05/2018




Defesa


E quando vos conduzirem, ao [vos] entregarem, não vos inquieteis ]em razão do] que falareis, mas falai o que vos for dado naquela hora, pois não sois vós os que falam, mas o espírito santo.

Marcos 13:11

Se tens a consciência tranquila no cumprimento do próprio dever, guardas em ti mesmo cidadela e refúgio.

Não te percas em conflitos inúteis, nem te emaranhes nas explicações infindáveis.

Acusado de mistificador, responde com o devotamento à verdade.

Acusado de malfeitor, responde fazendo o bem.

Por todas as culpas imaginárias em que te cataloguem o nome, oferece por resposta a prestação de serviço.

O fruto revela a árvore. A obra fala do homem.

Quem te provoca, através do escárnio, mostra-se mal informado ou doente; e quem te fere, através do insulto, traz consigo pensamentos de ódio e destruição.

Não lhes sanarias o mal à força de palavras somente.

Dá-lhes a conhecer a própria rota no trabalho edificante que realizas e a Luz Divina inspirar-te-á o verbo justo, no instante certo.

Meditando sobre a atitude do Cristo, ao deixar justiçar-se, nos tribunais terrenos, ante a sanha dos cruéis detratores que o içaram à cruz, somos induzidos a pensar que o Mestre — centralizado nas construções da Vontade do Pai — teria agido assim por ter mais que fazer que gastar tempo em defesas desnecessárias.

Título: Defesa

Autor: Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier

Livro: O Evangelho por Emmanuel: Comentários ao Evangelho segundo Marcos




O Consolador - Questão 211


Como compreender a noção de personalidade?

A compreensão da personalidade, no mundo, vem sendo muito desviada de seus legítimos valores, pelos espíritos excêntricos, altamente preocupados em se destacarem no vasto mundo das letras.

Entendem muitos que “ter personalidade” é possuir espírito de rebeldia e de contradição na palavra sempre pronta a criticar os outros, no esquecimento de sua própria situação.

Outros entendem que o “homem de personalidade” deve sair mundo a fora, buscando posições de notoriedade em falsos triunfos, porquanto exigem o olvido pleno dos mais sagrados deveres do coração.

Poucos se lembraram dos bens da humildade e da renúncia, para a verdadeira edificação pessoal do homem, porque, para a esfera da espiritualidade pura, a conquista da iluminação íntima vale tudo, considerando que todas as expressões da personalidade prejudicial e inquieta do homem terrestre passarão com o tempo, quando a morte implacável houver descerrado a visão real da criatura.

Pergunta: 211

Livro: O Consolador

Autor: Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier