Atividades Mediúnicas

Back to homepage

As atividades mediúnicas acontecem na segunda-feira e é realizada em caráter privativo, isto é: não é permitida a participação daqueles que não fazem parte do quadro de trabalhadores do Setor da Casa, nem tampouco daqueles com sinais que podem ser obsessão. Tal medida é para a proteção da pessoa que pode chocar-se com o que dizem os Espíritos, principalmente se são perseguidores. Priorizamos em nossas atividades a desobsessão, o atendimento aos Espíritos sofredores e o contato com os Mentores Espirituais para recepção de mensagens seja pela psicofonia ou pela psicografia.

Para fazer parte do quadro de trabalhadores da área mediúnica, o candidato deverá participar ou ter participado do Estudo Sistematizado. Poderá, então, ingressar no Estudo de O Livro dos Médiuns e posteriomente para a experimentação e o trabalho prático. Considerando de que a mediunidade é um compromisso grave que se traz antes da reencarnação, buscamos primeiro que o candidato conheça o Espiritismo, estude a teoria em O Livro dos Médiuns e outras obras complementares para saber dos riscos e perigos que uma faculdade mal orientada pode ocasionar. O bom médium não é àquele que tem facilidade em se comunicar com os Espíritos e sim àquele que mais se assemelha com Jesus.

Não levamos nomes em particular para a atividade, uma vez que cada criatura que entra na Casa Espírita e passa pelo Atendimento Fraterno e/ou vai para a palestra pública e ora com fervor, terá a assistência espiritual de que necessita. É pelo esforço da criatura que encontrará a assistência dos bons Espíritos. Embora todos que busquem a Casa do Pai terão a assistência Dele, quem decide, entre os necessitados, qual receberá socorro desobsessivo naquele dia, serão os Mentores Espirituais que sabem da necessidade, dos esforços e do merecimento de cada um. Para tirar dúvidas sobre mediunidade clique aqui.

A atividade mediúnica é realizada na segunda-feira e são em caráter privativo. Priorizamos a desobsessão, o atendimento aos Espíritos sofredores e o contato com os Mentores Espirituais para recepção de mensagens seja pela psicofonia ou pela psicografia.

Não é permitida a participação daqueles que não fazem parte do quadro de trabalhadores do Setor de Atividades Mediúnicas da Casa, nem tampouco daqueles com sinais que podem ser obsessão. Tal medida é para a proteção da pessoa que pode chocar-se com o que dizem os Espíritos, principalmente se são perseguidores da mesma.

Para fazer parte do quadro de trabalhadores da área mediúnica, o candidato deverá participar ou ter participado do Estudo Sistematizado. Poderá, então, ingressar no Estudo de O Livro dos Médiuns e posteriomente para a experimentação e o trabalho prático.

Não levamos nomes em particular para a atividade, uma vez que cada criatura que entra na Casa Espírita e passa pelo Atendimento Fraterno e/ou vai para a palestra pública e ora com fervor, terá a assistência espíritual de que necessita. É pelo esforço da criatura que encontrará  a assistência dos bons Espíritos. Quem decide, entre os necessitados, qual receberá socorro desobsessivo naquele dia, serão os Mentores Espirituais que sabem da necessidade, dos esforços e do merecimento de cada um.

De uma maneira ou de outra, todos gostariam de receber uma mensagem de um ente querido. No entanto, o processo não é tão simples, pois não sabemos das condições que o Espírito se encontra, nem tampouco de suas disposições. Temos que ter o cuidado, pois corremos o risco de sermos enganados.  Também é necessário um bom médium , meleável, dotado de boas qualidades e, como disse uma vez nosso Chico Xavier: “O telefone toca de lá para cá”. As dúvidas podem ser resolvidas no Atendimento Fraterno.