Sofrimento

image_pdfimage_print

Sofrimento não é juiz tirano
Vigiando-te os passos nesta vida,
Nem verdugo elevado por engano
Ao poder em tarefa imerecida…
*
É a colheita de ontem…ou a prova
Escolhida em cirúrgico momento…
Valiosa situação que te renova
E apressa teu passo incerto e lento.
*
Bem sofrer, eis o grande desafio…
Caminhar entre espinhos sem receio,
Colher fanadas rosas pelo estio
Fazendo-as reflorir no próprio seio.
*
Bendito é o sofrer que te enriquece,
De trágico e pobre peregrino
Te eleva ao grande altar da luz, e em prece
Retomas a esperança de menino…
*
Sofrimento é prelúdio de ventura…
Quando aceito e vivido com valor.
É o remédio colhido em fonte pura
E aplicado em tua alma pelo Amor.
Nova Lira

(Poema psicografado por Lucimar Laidens em 29/11/2012 – Centro Espírita de Caridade Dias da Cruz – Passo Fundo RS)