Entre Irmãos

image_pdfimage_print

O Peres* me convidou
Para falar a vocês…
Pensei em dizer: “não vou”…
Mas ele disse: “é tua vez”…

Então vos digo, do Além,
Que nada fiz de melhor,
Conheço o pranto também
E várias dores de cor…

Na estrada da provação,
De difíceis padeceres
Nem sempre usei a razão,
Soterrado nos deveres

Do mundo, preso à matéria.
Daqui, porém, vejo mais…
A vida é coisa bem séria…
E aquilo que procurais

Nem sempre vem a contento…
Buscai na prece a defesa
E o bem a todo momento.
No Evangelho, com certeza,

Tereis o conselho certo
Sem risco de enganação,
E o Centro sempre por perto,
Para uma nova lição…

Jesus a todos proteja
E envolva no seu olhar
A cada um, e que seja
Sempre momento de amar.

Deixo aqui meu verso e vou
Saudando a todos vocês,
O Peres sinalizou…
Terminou-se a minha vez…

Abílio*
Poema psicografado por Lucimar Laidens – mês 03/2010 – CEC Dias da Cruz – Passo Fundo RS